No nosso último artigo, trouxemos uma análise das exportações brasileiras no primeiro semestre do ano. Hoje, vamos focar nas importações do nosso país nesses seis primeiros meses de 2022.

O Brasil possui um forte histórico de superávits registrados na balança comercial, ou seja, historicamente nossas exportações superam as importações na grande maioria das vezes, o que é visto como ponto positivo para o país, considerando uma menor dependência externa e a possibilidade de levar nossos produtos e serviços mundo à fora, atraindo assim capital estrangeiro para a nossa economia.

As importações deste primeiro semestre registraram alta de 30,9% em relação ao mesmo período de 2021, enquanto as exportações cresceram em ritmo menos acelerado, com alta de 10,5%. A retomada econômica e a reabertura das indústrias foram cruciais para o aumento das importações nesse período.

O que o Brasil importa?

Da receita de US$130 bilhões em importações nesse primeiro semestre, cerca de 10% foram oriundas de adubos ou fertilizantes químicos, amplamente utilizados no nosso agronegócio e que registrou alta de 180% em relação ao ano passado, sendo a guerra na Ucrânia um dos principais motivos que fez com que os preços subissem tanto.

Em seguida, com cerca de 7,5% de participação, vêm os óleos combustíveis de petróleo, cujo Brasil também vem aumentando a demanda. Outros produtos da indústria de transformação compõem esse ranking, sendo esse setor responsável por 88% de tudo o Brasil importa, se mostrando ainda muito dependente da industrialização estrangeira, o que não é tão incomum nos dias atuais visto o crescimento e a disparidade da indústria chinesa frente às grandes potências.

De onde o Brasil importa?

China e Estados Unidos lideram, disparadamente, o ranking das principais origens das nossas importações, com participações de 22% e 19%, respectivamente, segundo os dados divulgados pelo Ministério da Economia referentes ao primeiro semestre de 2022.
Logo em seguida, Argentina, Alemanha, Rússia, Índia, Coreia do Sul, Itália e Japão compõem esse ranking com participações que variam entre 2% e 4,7%, aproximadamente.

 

Para garantir ainda mais economia, eficiência e tecnologia para as importações ou exportações dos seus clientes, conte com as soluções da UxComex. Conheça nosso sistema de integração e facilite o dia a dia da sua empresa!

Participe do nosso grupo do Whatsapp e fique por dentro das novidades! Clique aqui para ingressar!

Leave A Comment