Em uma operação de importação ou exportação, existe uma série de negociações que podem ocorrer tanto no âmbito nacional como no internacional. As negociações estão presentes em todas as etapas dos processos: durante a prospecção de fornecedores ou compradores, produtos ou serviços e também nos trâmites internos com parceiros que cuidam da parte logística, cambial ou tributária. O nosso principal objetivo hoje é entender a importância de se ter um bom relacionamento com agentes no exterior e como realizar as negociações de modo que todas as partes envolvidas se beneficiem.

Sabemos que nenhuma empresa é autossuficiente em todos os aspectos, logo, para realizar operações de compra ou venda internacional, tanto empresas pequenas como as gigantes recorrem à parcerias estratégicas. As negociações com o agente de cargas no exterior podem ser um pouco mais complexas que nos casos de agentes locais, então, é preciso se atentar ainda mais nos termos acordados. O agente de cargas é um dos profissionais que atua constantemente na criação de soluções logísticas, sugerindo as melhores opções de rotas e modais para o transporte da mercadoria além de acompanhar todos os trâmites e manter o cliente informado sobre o andamento da operação.

Técnicas de negociação internacional, quais utilizar?

Quando se trata de negociação a nível internacional, alguns cuidados extras devem ser tomados, evitando erros de comunicação que podem ser causados pela diferença no idioma ou até mesmo pelo fuso horário. Selecionamos algumas das principais dicas para que as suas negociações internacionais sejam um sucesso:

  • Entenda o país que você está negociando: tão importante quanto os termos do contrato a ser fechado, é também a construção de um bom relacionamento interpessoal com o agente internacional afim de manter um vínculo durante a operação e nas operações futuras. Para isso, entenda sua origem, pesquise sobre o seu país, se houver abertura, converse sobre as diferenças culturais e demonstre sempre o interesse e, principalmente, respeito.
  • Se atente ao orçamento da operação: infelizmente, o real não é uma moeda tão forte se comparada às mais utilizadas no comércio exterior. No entanto, os pagamentos internacionais podem “assustar” brasileiros que se deparam com a alta do dólar e as taxas que podem incidir sobre a transação. Sendo assim, antes de fechar um acordo tão importante como o preço, converse com o agente sobre formas de pagamento e defina qual o melhor para as duas partes, mantendo a segurança e evitando “surpresas desagradáveis” por falta de conhecimentos no âmbito cambial.
  • Mantenha as informações organizadas: formalize todas as negociações por e- mail, evitando ruídos na comunicação que podem comprometer toda a confiança e o bom desempenho na operação como um todo. Durante as negociações, recolha as assinaturas exigidas, não deixe informações soltas, pergunte, entenda os detalhes e negocie bem os prazos de embarque, desembarque e pagamento.

O que achou das nossas dicas sobre negociações internacionais? Sua empresa já está pronta para alcançar novos patamares com negociações internacionais cada vez mais sólidas?

A UxComex agora tem um grupo no Whatsapp, participe e fique por dentro das atualizações do comércio exterior! Receba nossos artigos e compartilhe experiências com os profissionais da área! Clique aqui e participe!

Leave A Comment