Quem são as profissionais que determinarão o futuro do comércio exterior?

A representação feminina em cargos do comércio internacional  é muito importante, as mulheres possuem um papel fundamental nesse setor, pois possuem habilidades únicas para lidar com as complexidades que essa área demanda.

No artigo “Como as mulheres revolucionaram o comércio exterior”, foi citado como muitas mulheres estão ocupando cargos de analistas, supervisão e gerência, porém possuem dificuldade em atingir cargos mais elevados, como CEO ou diretoria. 

Um estudo da Ipsos Mori revela que apenas 3% dos cargos de CEO no mundo são ocupados por mulheres e esse número diminui ainda mais quando falamos de mulheres negras. 

Por esse motivo, ainda há muito espaço para ser utilizado pelas mulheres, principalmente na união de tecnologia com comércio exterior. 

Quem são as CEOs que já estão encabeçando a 4ª revolução industrial?

Ginni Rometty, CEO da International Business Machines  (IBM)

Ginni Rometty é a primeira mulher a ser líder da companhia International Business Machines (IBM), atualmente ela atua como CEO. Ginni Rometty, já foi indicada entre as mulheres mais poderosas dos negócios pela revista Fortune. 

A IBM sempre trouxe atualizações na área de comércio internacional, dessa vez não será diferente. Em parceria com a Maersk foi desenvolvido a plataforma digital TradeLens que permite a colaboração entre parceiros comerciais, gerando mais eficiência e insights em toda a cadeia global de comércio, digitalizando os fluxos de documentação comercial.

Hoje mais de 50 portos no mundo utilizam a TradeLens que está reinventando toda a cadeia de comércio, interligando exportadores, linhas de navegação, operadores portuários e terminais, transporte terrestre e autoridades alfandegárias, através do acesso em tempo real a documentos de envio de dados.

Aprendi a aceitar desafios que nunca pensei fazer antes. Sucesso e conforto não podem coexistir.

Ginni Rometty

Carolina Dybeck Happe, CFO Maersk Line

A maior companhia de navegação do mundo, após 114 anos de história, contratou a primeira diretora. Após a escolha, as ações da Maersk subiram 3 pontos. O presidente do conselho da Maersk afirmou:

“Uma organização que tem uma diversidade melhor e mais mulheres se torna uma empresa melhor”

Jim Hagemann Snabe – Para a Bloomberg

Cristina Palmaka, CEO da SAP Brasil

Cristina Palmaka é CEO da SAP, esse software de gestão é muito utilizado entre importadores e exportadores que visam administrar e integrar os setores da empresa, como de seus estoques, produção, financeiro e comercial.
Palmaka afirma que a transformação digital é questão de sobrevivência e sem isso, as empresas não serão mais competitivas e perderão espaço no mercado.

 “A inovação pode vir de empresas e soluções pequenas. E o benefício virá independentemente do segmento e do tamanho”

Cristina Palmaka

Rachel Maia, CEO da Lacoste

Rachel Maia já foi CEO e CFO de diversas empresas como Tiffany & Co, Pandora e uma rede de distribuição. Raquel começou sua carreira priorizando o estudo, sabia que para ser reconhecida precisava priorizar a educação.

Atualmente, Rachel trabalha em parceria com a ONU, onde discute com autoridades do mundo sobre diversidade de gênero. 

“Nós temos que trabalhar para mudar esse cenário, tem que fazer. Tem que ter voz, tem que ter vez, lugar, tenho que brigar.”

Rachel Maia

O papel das profissionais para o futuro do comércio internacional

O comércio internacional está sempre buscando mudanças e atualizações tecnológicas, muitas profissões que existem hoje deixarão de existir. Portos estão automatizados sem necessidade de humanos, informações são recebidas, analisadas e disparadas através de inteligência artificial, já é estudado navios autônomos e documentos são emitidos e conferidos através de sistemas que não erram. 

As mulheres possuem um grande potencial para participar desse momento, pois como as mulheres citadas acima, valorizam sempre o estudo, sempre buscam se superar e serem melhor no que fazem.

O comércio internacional precisa de recursos intelectuais e com certeza cada vez mais haverão mulheres atuando em grandes cargos e projetos.

Artigo escrito por Kauana Benthien A. Pacheco

Kauana tem seis anos de experiência no comex, é formada em Negócios Internacionais e cursa pós graduação em Big Data & Market Intelligence. É criadora da página de conteúdo sobre comércio exterior, ComexLand, onde escreve sobre economia global e comércio internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *